Em como lidar com cheques guiaremos você a conseguir lidar com cheques por meios de algumas dicas, aprenda a identificar possíveis caloteiros e saiba como proceder em caso de prejuízo.

Muitas vezes somos praticamente obrigados a receber pagamentos sob a forma de cheques, que quase sempre são cheques pré-datados. Infelizmente não há como saber se devemos ou não confiar em alguém sem antes receber alguns cheques e conhecer a pessoa, por isso e muitos outros motivos que cheques podem resultar em prejuízo para nós e nosso negócio, eu resolvi fazer um guia de como lidar com cheques e reduzir os riscos de levar um “cano” ou “calote”.

Como lidar com chueques

De quem receber e de quem não receber?

Receber cheques pode ser uma forma certa ou incerta de ter seus serviços pagos pelo cliente. Embora possa ser incerto, este detalhe pode ser reduzido a quase “Zero” se o emitente tiver algumas características que o classifique como um bom pagador de confiança.

Veja abaixo a lista de características a considerar ao receber um cheque.

  • Emitente com conta a mais de um ano:

Veja a quanto tempo o emitente possui conta, estes dados estão presentes em todos os cheques de todos os bancos, quanto maior o tempo, mais significa que a segurança e integridade daquela conta para o emitente é mais importante, e logo você terá mais segurança que ira receber.

  • Emitentes correto com seus pagamentos:

Analise o histórico do emitente como cliente em sua empresa/negócio, clientes que sempre pagam corretamente e são clientes a algum tempo considerável,  podem ser muito confiáveis e uma garantia de recebimento.

  • Emitentes titulares do cheque

Muita gente vem oferecendo cheques que não são deles, mesmo que sejam clientes confiáveis e com fidelidade a seus produtos, a conta de um terceiro pode não ser  de uma pessoas confiável,  e você pode acabar por ter muitas dores de cabeça.

  • Emitentes cadastrados com carência

Uma outra alternativa a fim de evitar os “calotes” é o cadastramento prévio dos clientes que desejem pagar com cheques. Depois de cadastrados o cliente precisa de um tempo minimo como cliente, e tem alguns limites, como valores mínimos condicionais a tempo de cliente, e quantidade de cheques emitidos

  • Emitentes que racionam  suas folhas de cheque

Uma característica  de emitentes de cheque controlado é o controle sobre a quantidade de folhas que eles emitem, são pessoas que geralmente emitem poucas folhas, evitam parcelar pagamentos com vários cheques pré-datados.

 

Esta dicas ajudam muito você a não receber cheques sem fundo, e aproveitando, para os desavisados que não conhece como funciona o sistema de cheques, é bem simples:

Apenas clientes com contas corrente e uma ficha limpa, podem ter cheques, estes dados são avaliados pelo banco quando um cliente faz a solicitação. ao emitir um cheque para outra pessoa, esta pessoa pode deposita-lo em sua conta de qualquer banco, e o valor deste cheque será debitado na conta do emitente, se não houver dinheiro na conta para este debito, significa que o cheque é sem fundos.

E o como lidar um cheque sem fundos?

Lidar com cheques sem fundos é o problema que ninguém quer ter, ao receber um cheque sem fundos significa que você não vai ter o valor do cheque depositado em sua conta, terá que voltar ao banco e recolher o cheque que “voltou” por falta de fundos e procurar o emitente e fazer a cobrança, e isso é um ato de generosidade, pois você pode depositar este cheque novamente, fazendo isso o emitente terá seu nome cadastrado junto ao Banco Central como Emitente de Cheques Sem Fundos. A tolerância pelos bancos são duas tentativas de compensação do cheque, por isso clientes com mais de um ano tem grande prestigio junto ao mercado, assim como eles se importam em manter sua conta sempre com fundos para cobrir cheques, nó nos importamos em receber.

Como lidar com cheques sem fundos

Depois de descobrir que você recebeu um cheque sem fundo e já foi a agência e pegou ele de volta, é hora de procurar a pessoa que te deu este cheque e tentar solucionar, se não tiver solução você deve entrar novamente com o cheque, esta será a segunda entrada e a partir dai a conta do emitente será encerrada e ele terá o nome “sujo” junto ao Banco Central.  

– Mas e quanto ao meu prejuízo? você se pergunta.

Neste momento é hora de agir conforme as leis, a emissão de cheque sem fundos é considerado crime, e você munido do cheque e seus documentos, deve ir a delegacia e registrar o ocorrido e em seguida deve ir a um cartório de protestos e representar um protesto, para registrar o processo, é conveniente você ter o endereço do emitente, pois o cartório vai enviar uma notificação ao endereço do emitente solicitando o pagamento.

Depois de seguir todas as instruções  acima não será tão provável que você receba, mas será menos provável que você  fique no prejuízo, e no fim você aprendeu a lidar com cheques sem fundos e não cairá no golpe novamente tão fácil.

[review]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *